Juízes e procuradores defendem investigações após operação contra Lula

Brasília, 4 mar (EFE).- Associações brasileiras de juízes e procuradores defenderam nesta sexta-feira, separadamente, o curso das investigações contra casos de corrupção, depois da operação policial realizada contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A operação, durante a qual Lula foi levado a delegacia para prestar depoimento, foi criticada tanto pela presidente Dilma Rousseff, que a qualificou de "desnecessária", quanto pelo governista Partido dos Trabalhadores (PT), que a rotulou de "novo capítulo da escalada golpista" contra o governo.

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) repudiou os "ataques" à operação policial que investiga o caso de corrupção na Petrobras. Em comunicado, o organismo afirmou que "os procuradores da República à frente do caso - bem como a Justiça Federal, a Polícia Federal e a Receita Federal - atuaram novamente de acordo com a mais rígida e cuidadosa observância dos preceitos legais, sem violência ou desrespeito aos investigados", entre eles Lula.

A ANPR também sustentou que a condução coercitiva pela que Lula foi levado a depor é "justificada e absolutamente proporcional".

"A ANPR assegura à população brasileira de que hoje o que se viu foi a ação de instituições democráticas, cumprindo, em nome da sociedade, seu dever de investigar práticas de crimes, sem olhar a quem e sem se deter diante de ninguém", acrescentou o comunicado.

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) não se referiu de forma expressa à situação de Lula, mas defendeu a investigação e a punição dos atos de corrupção afirmando que "todos são iguais perante à lei".

"Qualquer movimento contrário representará um retrocesso ao Estado Democrático de Direito e ao que o povo brasileiro espera das instituições", manifestou o organismo em comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos