PF conduz Lula a delegacia no aeroporto de Congonhas para prestar depoimento

São Paulo, 4 mar (EFE).- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi conduzido nesta sexta-feira a uma delegacia da Polícia Federal (PF) no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para que preste depoimento como parte da deflagração da 24ª fase da Operação Lava Jato, batizada "Aletheia" ("busca da verdade" em grego antigo).

Lula foi levado ao aeroporto depois que agentes fizeram uma operação de busca e apreensão na manhã de hoje em sua residência, na casa de um de seus filhos e em outros imóveis supostamente relacionados a ele, dentro da nova fase da operação que investiga os gigantescos casos de corrupção ocorridos na Petrobras.

A operação foi ordenada pelo juiz federal Sergio Moro a pedido do Ministério Público Federal, que sustentou em comunicado que "há evidências de que o ex-presidente Lula recebeu valores oriundos do esquema Petrobras por meio do destino e reforma de um apartamento de três andares e de um sítio campestre em Atibaia".

Os imóveis estão no nome de pessoas próximas a Lula, mas as autoridades suspeitam que na realidade pertencem ao ex-mandatário, a quem investigam por "lavagem de dinheiro" e "ocultação de patrimônio".

A Procuradoria assegura que Lula "foi um dos principais beneficiados dos crimes" e que há "provas" de que essas atividades ilícitas "o enriqueceram e financiaram campanhas eleitorais e o caixa" do PT.

"Surgiram na investigação referências ao nome do ex-presidente Lula e de pessoas cuja atuação foi relevante para o êxito da atividade delitiva", acrescentou a Procuradoria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos