Polícia investiga faca encontrada em antiga propriedade de O.J. Simpson

Los Angeles (EUA), 4 mar (EFE).- A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, afirmou nesta sexta-feira que está investigando uma faca que supostamente apareceu há anos em uma antiga propriedade do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson.

Simpson foi o protagonista de um dos julgamentos mais midiáticos nos Estados Unidos na década de 1990, quando foi acusado dos assassinatos de sua ex-mulher, Nicole Brown, e de Ronald Goldman, que apareceram mortos a facadas no dia 12 de junho de 1994 nas escadas exteriores do jardim da casa onde viviam ela e os dois filhos do casamento.

O julgamento terminou nove meses depois e Simpson foi declarado "inocente" e posto em liberdade depois que não apareceram provas conclusivas contra ele, embora em um julgamento civil em 1997 tenha sido declarado responsável pelo duplo assassinato e obrigado a pagar uma indenização de US$ 33,5 milhões.

O capitão da polícia de Los Angeles, Andy Neiman, afirmou hoje em entrevista coletiva que as autoridades averiguam uma faca achada "nos anos 90" por um empregado de construção que fazia trabalhos em uma propriedade de O.J. Simpson.

O operário entregou a faca a um policial que, segundo o relato do agente agora aposentado, procurou então as autoridades para informar da descoberta, mas lhe disseram que não tinha importância e que podia guardá-la.

Recentemente, o ex-policial mencionou esta história a um detetive da polícia de Los Angeles e este lhe pediu que a entregasse para que se determine se tem ou não relação com o célebre caso de O.J. Simpson.

Um dos pontos mais obscuros da investigação sobre o duplo assassinato de Nicole Brown e de Ronald Goldman foi que nunca se localizou a faca com a qual o crime foi cometido.

O advogado Carl Douglas, que defendeu O.J. Simpson, disse hoje que a história da faca achada é "ridícula", segundo informou o jornal "Los Angeles Times".

"É assombroso como o mundo não pode deixar este caso para trás", acrescentou Douglas, que afirmou ainda que parece que os veículos de comunicação "ainda estão fascinados" com tudo o que rodeia a O.J. Simpson.

Uma vez que foi absolvido das acusações, Simpson não pode voltar a ser julgado de novo pelas mesmas acusações.

A antiga estrela do futebol americano está atualmente na prisão por um crime cometido em 2007, quando, ajudado por outros cinco homens, invadiu um quarto de um hotel em Las Vegas para roubar artigos de colecionador entre os quais havia objetos que considerava ser propriedade de sua família.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos