PT pede à militância para "se mobilizar" em defesa de Lula

São Paulo, 4 mar (EFE).- O presidente do PT, Rui Falcão, convocou nesta sexta-feira os militantes para "se mobilizarem" em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi hoje conduzido pela Polícia Federal sob condução coercitiva para uma delegacia para prestar depoimento, em uma nova fase da Operação Lava-Jato.

"Convocamos a militância, neste momento grave em que se monta uma operação política, um espetáculo midiático em torno de Lula e de sua família, para que todos entrem em alerta e aguardem o fim de sua declaração", declarou Falcão em um vídeo divulgado pelas redes sociais.

Segundo Falcão, "o momento é de reflexão, de mobilização e de vigília e essa é a orientação dada a todos os diretórios regionais do PT".

As autoridades iniciaram uma vasta operação de busca e apreensão no apartamento de Lula, assim como também em casas de membros de sua família, de alguns empresários próximos ao ex-presidente, e em um sítio e em um apartamento de praia cuja propriedade lhe é atribuída, apesar dele o negar.

Dezenas de pessoas pró e contra o ex-presidente se concentraram em frente de sua residência e da sede da PF no aeroporto de Congonhas onde presta depoimento.

O governo ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas segundo confirmaram à Efe fontes oficiais, Dilma convocou para uma reunião de emergência seus ministros de maior confiança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos