Transparência Internacional afirma que não há políticos intocáveis no Brasil

Berlim, 4 mar (EFE).- A ONG Transparência Internacional (TI) elogiou nesta sexta-feira a investigação do escândalo de corrupção na Petrobras e o interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que mostra, segundo sua opinião, que no processo não há políticos considerados "poderosos demais ou intocáveis".

"Se for declarado culpado das acusações pela investigação, será enviada uma mensagem aos corruptos de que ninguém é impune perante a lei", declarou em comunicado o presidente da TI, José Ugaz.

A ONG lembrou que o esquema da Petrobras é "um dos maiores casos de corrupção na história da América Latina", assinalado como simbólico na recente campanha lançada pela TI para "desmascarar" os corruptos.

Lula prestou depoimento hoje em uma delegacia da Polícia Federal, que também cumpriu mandados de busca e apreensão em várias das residências e propriedades de sua família.

Na opinião de Lula, essa operação só buscava oferecer um "espetáculo" aos veículos de comunicação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos