Colégios eleitorais da Eslováquia fecham após grande participação

Praga, 5 mar (EFE).- Os 5.992 colégios eleitorais da Eslováquia fecharam neste sábado suas portas após 15 horas de votação nas eleições gerais dominadas pela alta participação e na qual as pesquisas preveem que o Partido Social-Democrata Smer revalide sua vitória quatro anos atrás.

A estas eleições legislativas, as sétimas da Eslováquia como democracia independente, foram convocados 4,42 milhões de eleitores, em uma jornada que se desenvolveu com uma alta assistência às urnas e sem incidentes.

Espera-se uma ampla vitória do Partido Social-Democrata, liderado pelo primeiro-ministro interino, Robert Fico, que agora procura seu terceiro mandato à frente do Executivo de Bratislava, embora a pesquisas preveem que perca a maioria absoluta que dispunha até agora.

O principal desafio do novo governo será a presidência rotativa da UE, em 1 de julho, um marco histórico para um país que aderiu ao bloco comunitário em 2004.

Fico utilizou a retórica anti-imigração e islamofóbica durante a campanha, um discurso apoiado por pelo menos dois terços da população reticentes a receber refugiados.

O líder social-democrata foi duramente criticado pelos partidos de centro-direita, que consideram que o governo lutou pouco contra o clientelismo e corrupção em setores com Saúde e Energia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos