Morre Hassan al Turabi, líder histórico do Partido Congresso Popular sudanês

Cartum, 5 mar (EFE).- O líder histórico do Partido do Congresso Popular opositor sudanês, Hassan al Turabi, morreu neste sábado aos 83 anos, após ser internado horas antes em um hospital de Cartum devido a uma grave crise cardíaca, informou o partido em comunicado.

O também clérigo islamita foi secretário-geral do governante Partido do Congresso Nacional em 1998, embora um ano depois, devido a diferenças com o presidente Omar Hassan al Bashir, tenha sido destituído de todos seus postos oficiais e do partido no Executivo.

Neste ano, Bashir dissolveu o parlamento e tirou Al Turabi, que fundou depois seu próprio partido político.

Al Turabi foi um dos principais opositores islamitas no Sudão e foi detido em várias ocasiões por seu ativismo político.

Também foi acusado várias vezes pelo governo de preparar um golpe de Estado.

Antes de romper com Bashir, foi o inspirador do golpe de Estado cruel que levou ao poder ao atual presidente em 1989, quando se transformou no verdadeiro homem forte do regime.

Também foi ministro das Relações Exteriores em 1989 e presidente do parlamento entre 1996 e 1999.

Em fevereiro, o Partido do Congresso Popular rejeitou, junto às principais organizações da oposição, fazer parte do diálogo nacional inaugurado em 10 de outubro de 2015, que tinha por objetivo decretar um cessar-fogo permanente em Darfur e outras zonas do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos