Sede do Instituto Lula amanhece pichada com mensagens contra o ex-presidente

São Paulo, 5 mar (EFE).- A sede do Instituto Lula, na zona sul de São Paulo, amanheceu neste sábado pichada com mensagens contra o ex-presidente, que se transformou no principal alvo da 24ª fase da Operação Lava-Jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras.

"Lula ladrão, basta de corrupção, a hora chegou corrupto" foi a mensagem escrita em um dos portões do prédio onde funciona o instituto, que foi alvo de uma batida da Polícia Federal ontem,

A assessoria de imprensa do Instituto Lula afirmou que analisará as imagens das câmeras de segurança para tentar identificar os responsáveis pelo vandalismo.

O ex-presidente foi ontem levado por agentes da Polícia Federal, em cumprimento de um mandato de condução coercitiva, a prestar depoimento. Depois de ser interrogado, Lula falou à imprensa e participou de um comício no qual afirmou que é vítima de "perseguição" e "inocente" das acusações por lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito.

Várias mobilizações contra e a favor de Lula foram realizadas ontem nas principais cidades do país. Neste sábado, cerca de 300 militantes do PT se reuniram em frente o apartamento de Lula em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo, em sinal de apoio ao ex-presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos