Benin realiza eleições presidenciais sem incidentes

Cotonou, 6 mar (EFE).- Os beninenses votaram neste domingo sem incidentes e de forma pacífica nas eleições presidenciais, adiadas em uma semana por problemas logísticos, nas quais 33 candidatos as concorrem à presidência do país.

Os colégios eleitorais fecharam suas portas às 16h local (12h, em Brasília) após uma jornada tranquila na qual cerca de 4,5 milhões de eleitores -quase a metade da população- foram chamados às urnas.

Apesar dos temores de que pudessem ocorrer problemas de organização, os colégios abriram com normalidade e sem atrasos às 7h local (3h, em Brasília) em praticamente todo o país.

Embora ainda não haja números de participação, os beninenses fizeram longas filas durante toda a manhã para escolher o sucessor do atual presidente, Boni Yayi, quem não pode concorrer à reeleição após esgotar os dois mandatos concedidos pela Constituição.

O grande favorito nestas eleições, Lionel Zinsou, candidato do partido governante Forças Cauris por um Benin Emergente (FCBE), depositou seu voto em um colégio eleitoral de Cotonou rodeado de uma grande expectativa.

Tanto o Partido de Renovação Democrática (PRD) como o Partido do Renascimento de Benin (RB) decidiram apoiar publicamente a candidatura de Zinsou, economista franco-beninense nomeado primeiro-ministro há quase um ano.

Se vencer, Zinsou se transformaria no terceiro presidente de Benin procedente da diáspora após Soglo e Yayi, um número particularmente significativo se for levado em conta que este país africano só teve quatro presidentes desde que uma conferência nacional restabeleceu a democracia em 1990.

"Os melhores desejos para nossas irmãs e irmãos de Benin que votam hoje para escolher um novo presidente. Que as eleições sejam pacíficas e ordenadas", pediu hoje a presidente da Comissão da União Africana (UA), Nkosazana Dlamini Zuma, em Twitter.

Observadores da sociedade civil beninesa, da UA e da Comunidade Econômica dos Estados de África Ocidental (Cedeao) foram desdobrados durante este pleito.

Se nenhum candidato alcançar mais de 50% dos votos neste primeiro turno, será realizado um segundo turno em 13 de março.

Espera-se que os resultados eleitorais sejam divulgados nas próximas 72 horas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos