Chinesa morre em elevador onde ficou fechada por mais de 1 mês

Pequim, 6 mar (EFE).- Uma mulher da cidade de Xian, na China, morreu em um elevador do bloco de apartamentos onde vivia, após ficar durante um mês com ela em seu interior, informou neste domingo o portal de notícias "NetEase".

A Polícia achou o corpo da vítima, que estava começando a se descompor, e após isso iniciou uma investigação do fato na qual se descobriu que o elevador estava mais de um mês fora de serviço com ela em seu interior.

"A cena era desumana, acreditamos que morreu de fome ali dentro", afirmou aos jornalistas Xiao Lin, um dos vizinhos da mulher, cujo nome não foi revelado, enquanto outra moradora contou que o interior do elevador estava cheio de marcas deixadas pela vítima ao tentar sair.

A imprensa do país se pergunta ainda como é possível que o corpo tenha passado despercebido para os vizinhos durante mais de 30 dias, embora possa ter influído o fato de que no mês de fevereiro, de festa para muitos chineses por causa da comemoração do Ano Novo Lunar, muitos dos moradores tenham viajado para outras partes da China.

Além disso, o bloco de casas onde ocorreu o fato possui dois elevadores, portanto possivelmente os vizinhos não dariam excessiva importância à avaria e optariam por usar o outro elevador.

Também é ainda um enigma, destaca a imprensa, como é possível que a mulher passasse um mês desaparecida sem que parentes ou amigos notassem ou denunciassem o fato às autoridades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos