Explosão em ônibus deixa 1 morto e 17 feridos na Guatemala

Guatemala, 6 mar (EFE).- A explosão de uma bomba ativada por meio de um telefone celular em um ônibus de transporte público na Guatemala deixou neste domingo pelo menos um morto e 17 feridos.

O incidente aconteceu no começo da manhã em San José Pinula, uma cidade localizada a 22 quilômetros da capital.

A investigação, na qual participam a Polícia Nacional Civil (PNC) e o Ministério Público, localizou um cabo de condução elétrica, uma placa de telefone celular, bateria de motocicleta e um isqueiro de veículo, o que levou as autoridades a concluírem de forma preliminar que se trata um "artefato construído" e detonado à distância.

O modus operandi seria similar ao utilizado nos ataques registrados a ônibus da rota Quetzal em 2010 e 2011, segundo informou o Ministério de Governo (Interior).

O ataque aconteceu em uma zona na qual operam as gangues 18 e Salvatrucha, embora o próprio ministro de Governo, Francisco Rivas, garantiu que "a empresa de transporte coletivo de passageiros não estava sendo extorquida" por estes grupos.

"Não tinham recebido chamadas extorsivas por parte desses grupos", declarou o ministro, sem dar maiores detalhes do fato.

O Procurador dos Direitos Humanos (PDH) da Guatemala, Jorge de León Duque, condenou "energicamente" o atentado e membros de sua organização brindam assistência psicológica às vítimas e familiares.

Os feridos, entre eles três menores de idade, foram levados ao hospital Roosevelt da capital com queimaduras de primeiro e segundo grau.

Um dos afetados, Miguel Ángel López, de 27 anos, está internado com queimaduras de terceiro grau.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos