Porto-riquenhos votam nas primárias republicanas e mostram apoio a Rubio

Mar Gonzalo

San Juan

  • Alvin Baez/Reuters

    Rubio é uma das principais apostas do partido para deter o avanço de Donald Trump

    Rubio é uma das principais apostas do partido para deter o avanço de Donald Trump

Milhares de porto-riquenos foram neste domingo às urnas para votar nas primárias republicanas, e muitos deles saíram de casa com a intenção de deter o avanço de Donald Trump, que lidera a corrida pela indicação do partido para as eleições presidenciais de novembro nos Estados Unidos.

"Não gosto de Trump. Parece que isto de querer ser presidente é um capricho dele. Não acredito que seja um bom candidato, e realmente me preocupa que chegue a ser o candidato para os republicanos", disse à Agência Efe Ivette Alonso, uma jovem profissional de San Juan que trabalha para uma multinacional com presença na ilha.

Alonso votou hoje por Marco Rubio, porque "gosta de suas ideias, é a favor da anexação de Porto Rico aos Estados Unidos como um Estado a mais e disse que é o único candidato que opinou sobre a dívida e a situação do país".

A oposição desta jovem a Trump é tal que, se tivesse a oportunidade de votar nas eleições presidenciais, e se estas ficassem reduzidas à escolha entre o magnata e a democrata Hillary Clinton, tem claro em quem votaria.

"Os porto-riquenhos não podemos votar nos EUA (devido ao status político da ilha como Estado Livre Associado), mas se eu pudesse, definitivamente daria o voto a Hillary, porque não quero que Trump seja o presidente dos EUA", defendeu a jovem.

Como ela, muitos dos porto-riquenhos que hoje foram votar na Escola Rafael María de Lavra, no central bairro de Santurce (San Juan), disseram votar em Marco Rubio principalmente para tentar conter as aspirações de Trump.

Rubio é o candidato respaldado pelos três superdelegados da ilha, entre os quais se encontra o anterior governador, Luis Fortuño, que hoje visitou também esta escola pública acompanhado de parte de sua família, para exercer seu direito ao voto.

Nas primárias republicanas da ilha há 23 delegados em jogo. Se um candidato alcançar mais da metade dos votos, fica com todos. Se não, eles serão divididos proporcionalmente entre os que alcançarem pelo menos 20%.

Os porto-riquenhos podem participar das primárias de qualquer partido, mas não podem votar nas eleições presidenciais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos