Ataque a instalações do governo deixa 12 mortos no Afeganistão

Cabul, 9 mar (EFE).- Pelo menos 12 pessoas morreram, dez supostos talibãs e dois policiais, e outras três ficaram feridas nesta quarta-feira em um ataque coordenado dos insurgentes contra um complexo governamental no sul do Afeganistão, onde ainda continuam os combates, informaram fontes oficiais à Agência Efe.

"As forças de segurança abateram até agora 10 agressores talibãs e um ainda oferece resistência", disse Omar Zwak, porta-voz do governador da província onde aconteceu o ataque, Helmand.

As forças afegãs isolaram a região e "esperam que o agressor seja em breve abatido", afirmou Zwak, sobre o talibã que permanece em um edifício residencial de quatro andares.

O porta-voz acrescentou que dois policiais morreram e outros três ficaram feridos.

A ofensiva começou às 6h (21h30 de terça em Brasília), em Grishk, capital do distrito homônimo, com o ataque ao complexo onde fica o quartel-general da polícia e os escritórios do governador provincial, afirmou à Efe um alto comando policial, que preferiu manter o anonimato.

"Vários talibãs, incluídos certamente alguns suicidas", tomaram posições em edifícios próximos ao complexo, explicou o agente.

Os talibãs, que tomaram o controle nos últimos meses de vastas áreas da província e dominam cinco de seus 14 distritos, reivindicaram a autoria do ataque.

"Desde esta manhã há um forte tiroteio dos mujahedins que buscam o martírio", afirmou no Twitter um porta-voz talibã, Qari Yousef Ahmadi.

O avanço talibã em Helmand ameaça a capital provincial, Lashkargah, onde há quatro meses os insurgentes chegaram a tomar uma área da cidade, em uma de suas conquistas militares mais importantes dos últimos anos.

As forças afegãs estão se retirando dos postos de controle das partes mais inseguras da província para reforçar suas principais bases para reduzir as baixas e aumentar sua capacidade de ataque.

Helmand, é estratégica pelo cultivo de papoula, uma das principais fontes de financiamento dos insurgentes, e é a província afegã com mais território controlado pelos talibãs.

Os insurgentes controlam quase um terço do território afegão, a maior extensão sob seu domínio desde a queda do regime talibã na invasão americana em 2001, segundo um recente relatório do SIGAR. EFE

bks-lar/cd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos