Combates com jihadistas do EI perto de Ramadi deixam 6 soldados mortos

Bagdá, 9 mar (EFE).- Pelo menos seis militares iraquianos morreram e 13 ficaram feridos nesta quarta-feira em enfrentamentos com membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província de Al-Anbar, informou à Agência Efe a polícia local.

Os combates, que aconteceram no leste de Ramadi, capital de Al-Anbar, ocorreram durante uma operação do Exército iraquiano e da milícia sunita Multidão dos Clãs para libertar dos terroristas as zonas de Al Buabid e Al Bubali. De acordo com a polícia, dezenas de jihadistas morreram e ficaram feridos no campo de batalha e nos bombardeios da aviação iraquiana e da coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos.

Estes enfrentamentos aconteceram um dia depois de as tropas iraquianas retomarem a área próxima de Zenkura, onde mataram a 14 terroristas. A província de Al-Anbar esteve parcialmente dominada desde janeiro de 2014 pelo EI.

As forças iraquianas conseguiram recuperar Ramadi em dezembro do ano passado, mas os jihadistas ainda se mantêm fortes em outros locais, como a cidade de Faluja.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos