MP denuncia Lula por ocultação de patrimônio em tríplex do Guarujá

São Paulo, 9 mar (EFE).- O Ministério Público de São Paulo acusou formalmente nesta quarta-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ocultação de patrimônio, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos relativos no caso do tríplex do Guarujá.

Na denúncia, assinada por três promotores, Lula e sua esposa, Marisa Letícia, são acusados de ocultar que são donos do apartamento, que fica no litoral de São Paulo, e não consta em suas declarações de renda.

No total, foram acusadas 16 pessoas. Entre elas estão também o filho mais velho do ex-presidente, Fábio Luís Lula da Silva, e o ex-presidente da construtora OAS, José Aldemário Pinheiro Filho, mais conhecido como Léo Pinheiro.

O apartamento está no nome da OAS, uma das investigadas no escândalo de corrupção da Petrobras, que adquiriu em 2009 o edifício, construído pela Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop), vinculada ao PT.

A denúncia, que não tem relação com o depoimento prestado por Lula na última sexta-feira, representa um passo importante no processo contra o ex-presidente. Se a Justiça aceitar a acusação, Lula passa a ser réu no caso.

O ex-presidente reiterou hoje que não é o proprietário do imóvel, admitiu que sua esposa adquiriu uma participação no empreendimento visando uma possível compra em 2005 e garantiu que declarou a operação à Receita Federal.

O governo federal disse à Agência Efe que, por enquanto, não irá se pronunciar sobre a denúncia apresentada contra Lula. "O governo não se posiciona em relação a investigações em andamento na Justiça", disse um porta-voz da presidência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos