Áustria critica liberação de visto à Turquia em troca de amparo de refugiados

Viena, 10 mar (EFE).- A ministra do Interior da Áustria, Johanna Mikl-Leitner, se mostrou nesta quinta-feira "muito crítica" com o pré-acordo da União Europeia (UE) com a Turquia sobre uma liberalização do regime de visto para cidadãos turcos.

Em entrevista à rádio pública austríaca "Oe1", a ministra lembrou que, para uma liberalização completa, "é necessário cumprir muitos critérios e não deve haver exceções para a Turquia".

"Me parece crítico que a Turquia intervenha em um jornal opositor e três dias depois apresente listas com novas exigências, e ainda por cima se recompensa a Turquia pensando em antecipar a liberalização de vistos (para junho)", disse Mikl-Leitner.

"Pergunto-me então se estamos levando a sério nossos valores ou se os jogamos pela janela", acrescentou a ministra.

Ela afirmou que o governo austríaco deveria exigir a inclusão de "uma cláusula de cancelamento (do acordo)".

A Turquia reivindica a antecipação da liberação de visto para junho como parte do acordo de gerenciamento da crise de refugiados, que inclui o amparo aos imigrantes e mais controle sobre suas fronteiras com a Grécia.

A Áustria possui uma grande comunidade de origem turca, de primeira e segunda geração de emigrantes, de cerca de 270 mil pessoas, a maioria delas vivendo em Viena.

A Áustria é, há anos - junto com a Alemanha, um dos países mais críticos à possível integração da Turquia à UE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos