Autoridades paraguaias confiscam arsenal que seria vendido no Brasil

Assunção, 10 mar (EFE).- As autoridades do Paraguai detiveram três pessoas após encontrarem em Assunção uma casa com um arsenal de armas de grosso calibre que ingressaram ao país procedentes da Argentina, Bolívia e EUA para a venda a organizações criminosas no Brasil, informou nesta quinta-feira a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad).

Entre as armas há metralhadoras, fuzis, detonadores, silenciadores e cartuchos de diferentes tipos, informou a fonte.

O arsenal foi descoberto ontem durante uma revista das forças de segurança em um domicílio da capital paraguaia.

Até o momento há três detidos e um deles é o líder de uma estrutura dedicada a fornecer armas a grupos do Brasil, segundo a Senad.

O material de maior calibre chegou ao Paraguai desde a Bolívia e Argentina e as armas de uso civil desde os EUA, acrescentou o comunicado.

A operação aconteceu por causa da investigação do enfrentamento ocorrido nesta semana entre agentes policiais com um grupo de pessoas armadas que viajava em um veículo blindado na cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil.

Os ocupantes do veículo conseguiram fugir após abandonar o blindado.

As forças de segurança analisam o armamento e a operação segue seu curso, indicou a Senad.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos