Biden e Abdullah II debatem luta contra EI e processo de paz

Amã, 10 mar (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o rei da Jordânia, Abdullah II, analisaram nesta quinta-feira em Amã a luta contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), a evolução da guerra na Síria e o processo de paz entre palestinos e israelenses.

Biden, que chegou a Jordânia depois de passar por Israel e acompanhado por sua esposa Jill, manteve uma reunião a portas fechadas com o monarca no palácio Huseiniya, seguido de um almoço de trabalho, com a participação de vários ministros jordanianos.

Segundo um comunicado da Casar Real, Biden e Abdullah II abordaram "os esforços regionais e internacionais para lutar contra o terrorismo e os meios de fazer frente a esta ameaça através de um enfoque integral". Sobre a Síria, o rei jordaniano reiterou a posição de seu país de conseguir a "uma solução política" ao conflito, que completa este mês cinco anos.

Abdullah II ressaltou, segundo a nota, a importância de apoiar o governo iraquiano em sua luta contra o EI e de "proteger a integridade territorial" do Iraque. A Jordânia é membro da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos que bombardeia posições do EI na Síria e Iraque.

As conversas entre ambos os responsáveis se centraram também nos esforços desdobrados para conseguir a paz entre os palestinos e os israelenses, baseada na solução de dois Estados. O monarca fez insistência na necessidade acabar com "todas as violações israelenses em Jerusalém Oriental".

Biden, por sua vez, expressou a gratidão dos Estados Unidos aos esforços da Jordânia por "manter a paz e a estabilidade da região, assim como em combater o perigo do terrorismo". Ele também mostrou o desejo dos Estados Unidos de continuar a cooperação com a Jordânia em vários âmbitos.

Há poucas semanas, os Estados Unidos aumentaram substancialmente sua ajuda militar à Jordânia, que se transformou no terceiro maior receptor deste tipo de assistência americana no mundo. O reino jordaniano recebeu na semana passada oito helicópteros Blackhawk americanos.

Abdullah II e Biden assistiram a uma exibição de manobras militares conjuntas jordaniano-americana em um complexo de segurança perto da capital, segundo disseram à Agência Efe fontes governamentais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos