Ex-presidente do governo da Espanha critica condução coercitiva de Lula

São Paulo, 10 mar (EFE).- O ex-presidente do governo da Espanha, Felipe González, considerou "desnecessária" nesta quinta-feira a condução coercitiva utilizada contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que na sexta-feira passada foi levado de sua casa pela polícia até uma delegacia para prestar depoimento.

"Me choca como tudo aconteceu, porque partiríamos do princípio que se negou a falar e, como eu não acredito nisso, me parece desnecessário o uso do coerção para fazer Lula depor", afirmou González em entrevista coletiva em São Paulo.

Lula foi alvo na semana passada da nova fase da Operação Lava Jato e sua situação legal se complicou ontem à noite quando foi acusado formalmente pelo Ministério Público de São Paulo por ocultação de patrimônio, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos.

Mesmo assim, González se mostrou contundente: "Sou amigo de Lula e vou continuar sendo".

O ex-chefe do Executivo espanhol acrescentou que suas declarações se baseiam na avaliação do mandato do ex-presidente, graças a quem, segundo González, "o Brasil mudou por dentro e para o resto do mundo", assegurou.

No entanto, também reconheceu que "não há nenhuma tarefa (de governo) cheia de luzes e sem nenhuma sombra".

González opinou que as investigações contra Lula marcarão "um antes e um depois" e fomentarão "um novo cenário positivo, que definirá comportamentos de responsabilidade política e empresarial mais transparentes".

O ex-governante espanhol, que chegou na segunda-feira ao Brasil, assumiu hoje a cátedra ibero-americana José Bonifácio da Universidade de São Paulo, cuja titularidade foi exercida antes pelo ex-presidente chileno Ricardo Lagos, o ex-secretário geral ibero-americano Enrique Iglesias e a escritora Nélida Piñon.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos