Ex-vice da Guatemala é indiciada por tentar limpar lago com "água com sal"

(Atualiza com adiamento da audiência e declarações de Baldetti).

Cidade da Guatemala, 10 mar (EFE).- Um juiz da Guatemala decidiu nesta quinta-feira indiciar a ex-vice-presidente do país, Roxana Baldetti, e outras 14 pessoas acusadas de participarem de uma fraude milionária para limpar um lago com um produto milagroso que, na verdade, era "água com sal".

O juiz Arnoldo Orellana determinou que havia indícios suficientes para vincular Baldetti com os crimes de tráfico de influência, formação de quadrilha e fraude.

Segundo a investigação, a ex-vice-presidente (2012-2015) usou seu poder político quando exercia o cargo para outorgar a concessão de um contrato para a limpeza do lago Amatitlán no valor de US$ 17,96 milhões à empresa israelense M. Tarcic Engineering LTD.

O irmão de Baldetti, Mario, também processado pelos mesmos delitos, exerceu supostamente de intermediário entre a empresa e o Estado, e foi quem coordenou todas as ações para realizar esta operação fraudulenta.

O objetivo desta estrutura, segundo a investigação, era conseguir através da criação desta empresa a licitação por parte do Estado da Guatemala para "obter um lucro econômico".

A famosa solução para limpar a bacia, segundo um relatório da Procuradoria de Delitos contra o Meio Ambiente divulgado em maio do ano passado, era "água com sal".

O juiz resolveu adiar a audiência para esta sexta-feira quando estudará a possibilidade de outorgar medidas substitutivas, como prisão domiciliar, a alguns dos acusados.

Ao sair do juizado, Baldetti, cabisbaixa e com menos vontade de falar com os veículos de comunicação que de costume, se limitou a voltar a defender sua inocência: "Eu sigo dizendo que sou inocente. Sou inocente, sou inocente e sou inocente. São minhas únicas declarações".

A ex-vice-presidente, da mesma forma que o ex-presidente da Guatemala Otto Pérez Molina, se viu obrigada a renunciar a seu cargo em 2015 por seu suposto envolvimento em um caso de fraude alfandegária, e se encontra detida à espera de saber se será indiciada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos