Bombardeios no norte da Síria matam pelo menos cinco pessoas

Beirute, 11 mar (EFE).- Pelo menos cinco pessoas morreram nesta sexta-feira e outras dez ficaram feridas por bombardeios de aviões de guerra contra um bairro da cidade de Aleppo, a maior do norte da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG, que não precisou a origem dos aparelhos, afirmou que os ataques aéreos tiveram como alvo o distrito de Al Salehin em Aleppo.

A fonte não descartou que o número de mortos aumente porque há pessoas gravemente feridas e vários desaparecidos sob os escombros.

Atualmente, realizam bombardeios no território sírio os aviões da força aérea nacional e da Rússia, assim como a coalizão internacional liderada pelos EUA, que só tem como alvo zonas controladas pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Estes ataques ocorrem em meio a um cessar-fogo na Síria, aceito pelo governo de Damasco e a principal aliança opositora, a Comissão Suprema para as Negociações (CSN).

A CSN, que reúne cerca de 45 dirigentes da oposição síria, anunciou hoje que participará no dia 14 da segunda rodada de conversas de paz que arrancará em Genebra.

Em comunicado, a principal aliança opositora síria confirmou sua presença e insistiu que responde "a seu compromisso de dar resposta aos esforços internacionais dedicados a deter o derramamento de sangue síria e a encontrar uma solução política à situação na Síria".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos