Interpol recebe ordem de prisão de ex-presidente do Panamá

Panamá, 11 mar (EFE).- A Interpol do Panamá recebeu a ordem de detenção com fins de extradição do ex-presidente do país Ricardo Martinelli, que está sendo julgado pelo Supremo panamenho por um caso de escutas telefônicas ilegais durante o seu governo, informou nesta sexta-feira à Agência Efe uma fonte policial.

A Interpol do Panamá "está" com a ordem de detenção, disse à Efe nesta sexta-feira uma fonte policial que pediu o anonimato, e não ofereceu maiores detalhes.

Em dezembro do ano passado, o Supremo do Panamá ordenou a prisão provisória de Martinelli, que vive em Miami, para que compareça a uma audiência sobre grampos telefônicos que afetaram mais de 150 pessoas, entre eles jornalistas, empresários e opositores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos