Protesto em defesa de Lula reúne cerca de 50 pessoas em São Paulo

São Paulo, 11 mar (EFE).- Um protesto em defesa ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, reuniu nesta sexta-feira cerca de 50 pessoas na cidade.

A manifestação foi convocada na tarde de quinta-feira pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), a maior união de sindicatos do país, depois que vazou informação de que o MP de São Paulo havia solicitado um pedido de prisão preventiva contra o ex-presidente do país.

A manifestação concentrou poucas pessoas, que quase não tiveram tempo de protestar por causa da chuva torrencial que caiu na cidade, o que fez com que se dispersassem uma hora depois do começo.

Vários movimentos sociais e o próprio Partido dos Trabalhadores (PT) anunciaram que participarão de manifestações nos dias 18 e 31 de março "a favor da democracia".

Esses protestos serão uma resposta à manifestação convocada para este domingo contra o governo da presidente Dilma Rousseff, respaldada por vários partidos da oposição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos