EUA condenam ataque terrorista na Costa do Marfim

Washington, 13 mar (EFE).- O governo dos Estados Unidos condenou neste domingo o atentado ocorrido em uma famosa região litorânea da Costa do Marfim, que deixou pelo menos 16 mortos e que foi atribuído ao grupo terrorista Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI).

"Os Estados Unidos condenam de forma contundente o ataque terrorista na Costa do Marfim, em Grand Bassam. Enviamos nossos pensamentos e orações a todos os afetados por esta violência sem sentido", afirmou o porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby.

Em comunicado, Kirby ressaltou que o país africano é "um importante parceiro regional para os EUA", que ofereceram seu apoio ao governo marfinense enquanto "investiga este ataque cruel".

O porta-voz acrescentou que a embaixada americana em Abidjan está velando pelo bem-estar dos cidadãos americanos na área e "segue monitorando a situação".

Pelo menos 16 pessoas, entre elas quatro europeus e dois soldados, morreram hoje em um ataque terrorista cometido na região litorânea de Grand Bassam, a cerca de 40 quilômetros de Abidjan, informaram à Agência Efe fontes das forças de segurança.

Em comunicado enviado à agência privada mauritana "Al Akhbar", habitual receptora dos comunicados jihadistas na região do Sahel, a AQMI confirmou que três de seus militantes realizaram o ataque contra o hotel Étoile du Sud, na área de Grand Bassam.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos