Rabino chefe sefardita afirma que matar terrorista é "um mandamento"

Da EFE

  • Reuters

    Em foto de maio de 2014, o rabino Yitzhak Yosef (ao centro) participa de cerimônia com o Papa Francisco em Israel

    Em foto de maio de 2014, o rabino Yitzhak Yosef (ao centro) participa de cerimônia com o Papa Francisco em Israel

O rabino chefe sefardita, Yitzhak Yosef, declarou ontem à noite em seu sermão semanal que "é um mandamento matar um terrorista que chega com uma faca", segundo informou neste domingo o jornal "Yeditor Aharonot".

O rabino deixou clara sua postura sobre como atuar para neutralizar os agressores palestinos que nos últimos cinco meses e meio protagonizaram dezenas de ataques, principalmente com armas brancas, contra alvos israelenses.

"Sobre o terrorista que chega com uma faca, é um mandamento matá-lo. Não se deve temer o Tribunal Supremo de Justiça ou nenhum chefe do exército", afirmou o rabino, filho do fundador espiritual do partido sefardita Shas, Ovadia Yosef.

As declarações do rabino chefe sefardita contradizem as instruções dadas pelo chefe do Estado-Maior, general Gadi Eisenkot, que disse recentemente que "não havia necessidade de esvaziar um cartucho (de uma arma de fogo) sobre uma menina com tesouras", em aparente alusão a um das tentativas de ataque protagonizado por duas adolescentes palestinas em um mercado de Jerusalém.

Os palestinos acusam Israel de fazer um uso excessiva da força para aplacar tanto os enfrentamentos como os autores das agressões contra israelenses na atual onda de violência.

A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) registrou em um relatório no início deste mês os casos de pelo menos 36 palestinos que teriam sido "executados extrajudicialmente" por israelenses, tanto forças de segurança como guardas privados ou civis.

Desde que se iniciou a atual espiral de tensão na região morreram 195 palestinos - dois terços deles abatidos ao realizar ou tentar efetuar ataques contra israelenses -, além de 30 israelenses, três estrangeiros e também um palestino vítimas dessas agressões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos