Ataque da coalizão árabe no noroeste do Iêmen mata 30 civis

Sana, 15 mar (EFE).- Pelo menos 30 civis morreram nesta terça-feira e dezenas ficaram feridos em um bombardeio lançado pela aviação da coalizão árabe, liderada pela Arábia Saudita, contra um mercado popular na província de Haya, no noroeste do Iêmen.

Fontes tribais informaram à Agência Efe que o ataque, que incluiu dois bombardeios aéreos, foi lançado contra o mercado de Al Khamis, na comarca de Mustaba, em Haya, localizada na fronteira com a Arábia Saudita.

O primeiro ataque aéreo se dirigiu a um restaurante próximo ao mercado quando estava cheio de clientes, enquanto o segundo alcançou a zona onde são vendidas as verduras dentro do mercado, acrescentaram as fontes.

A agência iemenita "Saba", controlada pelos houthis, indicou que o saldo das vítimas é de 65 mortos e 55 feridos, todos civis.

Além disso, acrescentou que os feridos e os corpos dos mortos foram levados ao hospital de Mustaba e ao da comarca próxima de Abbas.

A organização Médicos Sem Fronteiras garantiu que um dos hospitais com os quais colabora na zona de Abbas recebeu 40 feridos, todos civis.

"Recebemos 40 feridos, entre eles mulheres e crianças, no hospital rural de Abbas, que supervisionamos", disse à Agência Efe a porta-voz da organização no Iêmen, Malak Shaher.

A responsável humanitária acrescentou que três feridos se encontram em estado crítico, entre eles uma criança de oito anos que sofreu ferimentos na cabeça.

Em 12 de janeiro, pelo menos 20 pessoas morreram, entre elas mulheres e crianças, e dezenas ficaram feridas em bombardeios efetuados pela aviação da coalizão árabe contra um complexo turístico, situado a 30 quilômetros ao sul de Sana.

A coalizão começou seus bombardeios em março de 2015 contra os rebeldes houthis, embora nos últimos dias tenha ampliado seus alvos a posições da Al Qaeda em Áden, a sede provisório do governo do presidente iemenita, Abdo Rabbo Mansour Hadi.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos