Decisão retirar forças russas foi tomada conjuntamente por Moscou e Damasco

Genebra, 16 mar (EFE).- A decisão de iniciar a retirada das forças armadas russas da Síria foi tomada de forma conjunta e coordenada pelos presidentes de ambos os países, segundo afirmou nesta quarta-feira em entrevista coletiva Bashar Al Jaafari, chefe negociador sírio.

"A decisão de retirar as forças sírias foi tomada conjuntamente, foi uma decisão comum tomada pelo presidente (Vladimir) Putin e pelo presidente (Bashar al) Assad", disse Jaafari em entrevista coletiva. EFE

mh/vnm

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos