Dois palestinos mortos após apunhalarem uma mulher israelense

Jerusalém, 17 mar (EFE).- Dois homenss palestinos morreram nesta quinta-feira baleados pelas forças de segurança de Israel após apunhalar uma mulher em um cruzamento em uma colônia judaica na Cisjordânia, informou o exército israelense.

O fato ocorreu nos arredores da colônia de Ariel, no norte do território ocupado da Cisjordânia, quando "dois assaltantes apunhalaram e feriram uma mulher", indicou um comunicando.

"Forças que haviam no lugar responderam ao ataque e dispararam nos agressores, o que resultou em suas mortes", acrescentou a nota.

A mulher foi transferida com ferimentos moderados a um hospital na área metropolitana de Tel Aviv.

Esse é mais um dentro da onda de violência que assola a região desde outubro, que já deixou 200 palestinos mortos, mais de dois terços em ataques ou tentativas de ataques contra alvos civis e militares israelenses.

Os ataques palestinos causaram a morte de 30 israelenses, três estrangeiros e um palestino.

As autoridades palestinas, por sua vez, afirmam que pelo menos 36 dos palestinos abatidos pelas forças de segurança e ou civis israelenses armados foram "execuções extrajudiciais" que não eram necessárias para conter os supostos agressores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos