Brasileiros vão às ruas de Lisboa em manifestação de apoio ao governo Dilma

Lisboa, 18 mar (EFE).- Cerca de cem brasileiros residentes em Portugal foram nesta sexta-feira às ruas de Lisboa, capital do país, em uma manifestação de um apoio a presidente Dilma Rousseff.

"Querem destituir um governo eleito democraticamente e cometer um golpe de Estado, como o de 1964", disse à Agência Efe Gabi Silva, uma das manifestantes, em referência ao golpe militar que depôs o ex-presidente João Goulart.

Reunidos graças às redes sociais na praça de Camões, os manifestantes criticaram o juiz Sergio Moro pelo vazamento de uma conversa por telefone entre Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para eles, o diálogo foi ilegalmente gravado.

"Pintam Moro de herói nacional, mas na realidade ele não é", acrescentou Gabi, nascida em Porto Alegre, e que faz doutorado em Portugal.

Os participantes gritaram palavras de ordem contra a imprensa brasileira e denunciaram a "caça às bruxas" empreendida pelo Judiciário em conivência com os grandes veículos de comunicação e dos partidos de direita do país.

Para eles, a corrupção investigada não é responsabilidade exclusiva do PT, mas teve início em governos anteriores.

Portugal é um dos países europeus com mais brasileiros - cerca de 100 mil - segundo os dados oficiais.

A crise política no Brasil se agravou nesta semana, quando Dilma decidiu nomear Lula como ministro-chefe da Casa Civil, um movimento interpretado como uma forma de dar foro privilegiado ao ex-presidente.

Lula é investigado por corrupção e está sendo acusado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos