Estudante que esfaqueou 4 pessoas nos EUA atuou inspirado pelo EI

Washington, 18 mar (EFE).- O estudante que em novembro do ano passado feriu quatro pessoas a facadas no campus da Universidade da Califórnia em Merced, nos Estados Unidos, atuou inspirado por propaganda do Estado Islâmico (EI), informou nesta sexta-feira o FBI (polícia federal americana).

Faisal Mohammad, americano de 18 anos e que foi abatido por disparos da polícia após realizar os ataques, tinha visitado sites do EI e outros grupos jihadistas e tinha propaganda do grupo terrorista em seu computador.

Além disso, levava uma bandeira do EI em sua mochila, o que levou os investigadores a concluir que se radicalizou e se inspirou graças à propaganda terrorista.

A tese da polícia foi, em um primeiro lugar, que se tratava de um estudante angustiado que atuou contra a comunidade na qual não tinha conseguido se encaixar, um perfil habitual nos ataques realizados por universitários.

"Tudo indica que Mohammad atuou por sua conta, mas jamais será possível determinar de forma definitiva por que escolheu atacar as pessoas no campus da universidade", indicou em comunicado o FBI, que não encontrou evidência alguma de que o jovem tivesse vínculos diretos com organizações terroristas.

O incidente aconteceu em 4 de novembro do ano passado em um dos edifícios do centro educativo e a universidade alertou os estudantes por meio do Twitter sobre o que estava ocorrendo para que evitassem chegar ao local.

Todos as vítimas se recuperaram ou estão em processo de recuperação dos ferimentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos