Nova liminar volta a suspender nomeação de Lula como ministro

São Paulo, 18 mar (EFE).- Um juiz federal de São Paulo voltou a anular nesta sexta-feira de maneira cautelar a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil, depois que dois tribunais de segunda instância suspenderam decisões similares apresentadas ontem.

O juiz Luciano Tertuliano da Silva, da Justiça Federal de Assis, em São Paulo, justificou sua decisão com o argumento de que Lula e a presidente Dilma Rousseff interferiram nas investigações da Operação Lava Jato.

A nomeação de Lula já tinha sido suspensa por dois juízes de Brasília e Rio de Janeiro na quinta-feira, mas outros dois tribunais derrubaram posteriormente essas liminares.

Tertuliano da Silva aceitou uma ação apresentada por um cidadão para suspender a nomeação de Lula por considerar procedente o argumento que a mesma procura apenas proteger o ex-presidente com foro privilegiado enquanto é investigado na Operação Lava Jato.

O juiz também justificou sua decisão com as revelações dos grampos telefônicos sobre o ex-presidente divulgados na quinta-feira e que levantam a suspeita de que Dilma designou Lula como ministro para atrapalhar o processo jurídico.

Segundo Tertuliano da Silva, as conversas gravadas pela polícia demonstram a "arquitetura dos mecanismos escusos e odiosos para interferir nos resultados das investigações" através de uma "ampla atuação ilícita" baseada na obtenção de "informações privilegiadas".

A Advocacia Geral da União (AGU) informou que ainda não foi notificada da nova liminar, mas anunciou que apresentará um recurso contra a decisão.

O ministro-chefe da AGU, José Eduardo Cardozo, explicou na véspera que, apesar do pedido de suspensão, Lula continua sendo ministro, mas não poderá exercer as funções até que a disputa judicial seja resolvida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos