Nova operação policial em Bruxelas busca terrorista dos atentados de Paris

Bruxelas, 18 mar (EFE).- As forças de segurança especiais da Bélgica realizam nesta sexta-feira uma nova operação antiterrorista no distrito de Molenbeek, em Bruxelas, voltada a encontrar o terrorista Salah Abdeslam, um dos que cometeram os atentados de novembro do ano passado em Paris e que está foragido.

De acordo com a emissora "RTL", foram escutados mais de dez disparos na rua Quatre Vents, em Molenbeek. Também foram lançadas granadas e um homem teria sido morto, segundo testemunhas, que viram um homem cair no chão.

Ainda de acordo com a "RTL", os agentes teriam encontrado Abdeslam durante a operação e afirmam que o terrorista teria ficado ferido junto com outra pessoa. Depois, os dois estariam entrincheirado em um imóvel próximo da região da ação.

A "RTL" garante, inclusive, que Abdeslam teria sido preso, algo que não foi confirmado pelas autoridades locais.

O primeiro-ministro da Bélgica, Chales Michel, assim que soube das notícias sobre a operação antiterrorista, deixou às pressas a cúpula organizada pela União Europeia para firmar um acordo sobre a questão dos refugiados com a Turquia.

A polícia belga, por enquanto, não quis comentar a operação, mas a emissora pública "RTBF" afirmou que as autoridades estão há algum tempo monitorando o imóvel onde Abdeslam estaria.

A ação ocorreu depois de a perícia encontrar as impressões digitais de Abdeslam no imóvel que foi alvo de uma operação na última terça-feira no distrito de Forest, também em Bruxelas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos