Acidente de ônibus na Arábia Saudita mata 19 peregrinos egípcios

Em Riad

Pelo menos 19 peregrinos egípcios morreram neste sábado (19) e outros 22 ficaram feridos em um acidente de ônibus na estrada que une as cidades santas sauditas de Meca e Medina, informou o Crescente Vermelho nesta última cidade.

O porta-voz da organização, Khaled al Sohali, explicou em comunicado que os feridos, alguns dos quais se encontram em estado grave, foram levados a hospitais.

Além disso, informou que 14 veículos de socorro terrestre e aéreo, assim como unidades de intervenção rápida, se dirigiram ao local do acidente imediatamente.

Por sua vez, Nuaf al Mohamadi, diretor de trânsito da zona de Medina, afirmou que as investigações preliminares indicam que o ônibus saiu da estrada depois que o motorista dormiu.

A agência de notícias oficial egípcia, "Mena", detalhou que, dos 44 peregrinos que viajavam no ônibus, 43 são egípcios, de acordo com informações do consulado geral do Egito na cidade de Jidda.

O Ministério das Relações Exteriores egípcio informou que há oito corpos que ainda não puderam ser identificados, enquanto os outros 11 foram levados a hospitais da zona.

Além disso, o Ministério informou que os feridos são 25 e foram internados em centros médicos próximos para receber tratamento.

Durante a passada peregrinação anual ou "Hajj" em setembro de 2015 aconteceu uma correria que deixou pelo menos 1.757 peregrinos mortos na cidade santa saudita de Meca.

Estes incidentes são frequentes durante a peregrinação que a cada ano realizam milhões de muçulmanos de todo o mundo, que vão à Arábia Saudita para cumprir com um dos deveres estabelecidos pelo islã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos