Assad afirma que vitória contra terrorismo criará um mundo mais justo

Beirute, 19 mar (EFE).- O presidente sírio, Bashar al Assad, declarou neste sábado que a vitória da Síria e seus aliados, como Irã e Rússia, na luta contra o terrorismo contribuirá para criar "um mundo mais justo", durante uma reunião em Damasco com o responsável iraniano Kamal Kharrazi.

Atualmente existem "tentativas imperialistas do Ocidente e seus agentes na região" para impor seus interesses no Oriente Médio, apontou Assad durante seu encontro com Kharrazi, presidente do Conselho Estratégico de Relações Exteriores do escritório do líder supremo da Revolução iraniana, Ali Khamenei.

Segundo a agência de notícias oficial síria "Sana", ambos políticos repassaram os últimos eventos na zona, especialmente o cessar-fogo vigente na Síria desde 27 de fevereiro e a ampliação das "reconciliações nacionais" em distintas partes do país árabe.

As autoridades sírias denominam "reconciliações nacionais" os pactos alcançados com grupo armados locais em determinadas zonas para conseguir uma cessação das hostilidades.

Durante a reunião, Assad destacou que o apoio político e militar dos "amigos da Síria" como o Irã e Rússia contribuiu para consolidar a determinação dos sírios na luta contra o terrorismo, graças ao restabelecimento da segurança e à criação de condições favoráveis para que elejam o futuro de seu país.

Por sua vez, Kharrazi afirmou que o respaldo à Síria, tanto na luta antiterrorista como no âmbito político, é uma estratégia firme do Irã.

A República Islâmica é um dos principais aliados do governo de Damasco e tem no território sírio assessores militares que colaboram com o Exército nacional, assim como membros da Guarda Revolucionária iraniana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos