Cazaquistão abre as urnas para eleições parlamentares

Astana, 20 mar (EFE).- Os colégios eleitorais do Cazaquistão abriram neste domingo para as eleições legislativas antecipadas neste país da Ásia Central.

São 234 os candidatos que concorrem por 98 das 107 cadeiras da câmara baixa do Majilis, o parlamento cazaque.

Os nove assentos restantes estão reservados para a Assembleia do Povo do Cazaquistão, um organismo constitucional composto por representantes dos grupos étnicos das nação.

O partido do governo Nur Otan, que conta com 83 cadeiras, espera manter sua amplíssima maioria, enquanto os partidos da oposição no parlamento, o partido democrático Ak Zhol e o Partido Comunista do Povo do Cazaquistão, tentarão aumentar sua representação na câmara para além das oito e sete cadeiras que têm agora respectivamente.

Também apresentaram candidatos outros três partidos minoritários: o Partido Social-Democrata Auyl, o Partido Social-Democrata Nacional e o partido Birlik (Unidade).

Neste domingo, os eleitores também elegerão os representantes dos órgãos do governo locais (Maslikhats).

Cerca de 10 milhões de pessoas estão convocadas a votar nos 9.840 colégios eleitorais distribuídos ao longo do nono maior país do mundo em extensão. Os primeiros resultados oficiais serão divulgados na segunda-feira.

Mais de 800 observadores internacionais e 10.000 locais têm a missão de supervisionar as eleições.

O governo do presidente Nursultan Nazarbayev se comprometeu a assegurar-se que o pleito seja realizado "de acordo com os mais altos padrões democráticos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos