ONU condena atentado suicida em Istambul

Nações Unidas, 19 mar (EFE).- O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou o atentado terrorista realizado neste sábado em Istambul e pediu que os responsáveis sejam julgados.

"Este é o último a uma série de recentes ataques terroristas na Turquia. Os responsáveis desta espantosa violência devem ser levados perante a Justiça, conforme as obrigações de direitos humanos", afirmou Ban em comunicado.

O chefe das Nações Unidas transferiu suas condolências às famílias das vítimas, ao povo e ao governo do país.

O atentado ainda não foi reivindicado, nem há dados oficiais sobre vínculos políticos do responsável. O jornal turco "Hürriyet" cita informações policiais que identificam o autor como um homem de 34 anos, com as iniciais S.E. Segundo esta informação, S.E. era uma dos quatro potenciais terroristas do Estado Islâmico (EI) procurado em toda Turquia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos