Ataque da coalizão mata 25 civis e 12 jihadistas no Iraque

Mossul (Iraque), 21 mar (EFE).- Pelo menos 25 civis e 12 combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) morreram nas últimas 24 horas em bombardeios da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos contra a cidade iraquiana de Mossul, informou nesta segunda-feira à Agência Efe um responsável de segurança.

Bunian al Yarba, integrante da Comissão de Segurança do Governo da província de Ninawa - cuja capital é Mossul -, explicou que a ofensiva também deixou 100 feridos, mais de 25 deles membros do EI.

Al Yarba explicou que o primeiro bombardeio foi lançado ontem contra o edifício administrativo da Universidade de Mossul e acrescentou que hoje os caças da coalizão atacaram um tribunal dos jihadistas situado perto do centro educativo. Além disso, relatou que o ataque de hoje causou grandes danos materiais nos prédios e locais próximos à universidade.

Por outro lado, Al Yarba pediu à coalizão internacional que tome precauções para evitar os bombardeios contra os civis na cidade de Mossul.

No dia 10 de junho de 2014, o EI ocupou Mossul e amplas regiões do norte do Iraque e, pouco depois, proclamou um califado nos territórios sob seu controle nesse país e na vizinha Síria, onde impôs uma interpretação radical da lei islâmica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos