Ataque em hotel que hospeda militares da UE no Mali termina sem vítimas

Bamaco, 21 mar (EFE).- As forças de segurança do Mali conseguiram frustrar um ataque terrorista nas dependências da missão militar da União Europeia no país que ficam dentro de um hotel na capital Bamaco, sem causar vítimas.

Segundo o ministro de Segurança Interior, Tiefing Konaté, dois ou três homens armados atacaram o hotel por volta das 18h (hora local; 15h de Brasília), e um deles foi morto pelas forças malinesas.

Konaté ressaltou que a situação se normalizou, embora tenha sido iniciada uma ampla operação de rastreamento realizada pelas forças malinesas e as da missão da Onu no Mali (Minusma).

Fontes das forças de segurança locais disseram à Efe que um dos terroristas aparentemente se escondeu em um edifício em obras próximo ao hotel.

No dia 20 de novembro do ano passado, um comando jihadista atacou o hotel Radisson Blu, também em Bamaco, e causou a morte de 20 pessoas, 14 delas estrangeiras.

A autoria do ataque, o mais sangrento ocorrido na capital malinesa nos últimos anos, foi reivindicada por duas alianças jihadistas diferentes, uma liderada pelo Estado Islâmico e outra pela Al Qaeda no Magrebe Islâmico.

Além disso, outros dois países vizinhos, Costa do Marfim e Burkina Fasso, também sofreram ataques cometidos por jihadistas em hotéis frequentados por estrangeiros, particularmente por ocidentais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos