Procuradoria francesa abre investigação sobre atentados em Bruxelas

Paris, 22 mar (EFE).- A procuradoria da França abriu uma investigação por assassinato e tentativa de assassinato após os atentados ocorridos nesta terça-feira em Bruxelas, que deixaram pelo menos 34 mortos e mais de 200 feridos, informaram à Agência Efe fontes judiciais.

Sua abertura na França é um procedimento habitual uma vez que há vítimas francesas no exterior.

Segundo o primeiro balanço do Ministério das Relações Exteriores da França, os ataques ocorridos na capital belga e reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) deixaram oito franceses feridos, três deles em estado grave.

As acusações contidas na investigação francesa, como acrescentaram as fontes judiciais, estão relacionadas "com uma organização terrorista e associação criminosa de malfeitores com fins terroristas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos