Suspeitos de atentados em Bruxelas transportaram bombas em malas

Bruxelas, 22 mar (EFE).- Os supostos autores dos atentados terroristas em Bruxelas nesta terça-feira transportaram os artefatos explosivos em malas colocadas em carrinhos de bagagem no aeroporto de Zaventem, informou o jornal "La Dernière Heure".

O jornal cita declarações do prefeito de Zaventem, Francis Vermeiren, que disse que os três suspeitos, flagrados pelas câmeras de segurança no local, chegaram em um táxi com as malas, onde estavam as bombas usadas no ataque.

De acordo com o prefeito, as malas foram colocadas nos carrinhos e as duas primeiras bombas explodiram. O terceiro artefato fez o mesmo que os companheiros, mas o suspeito "deve ter entrado em pânico, porque ele não explodiu", disse Vermeiren.

O taxista que levou o trio ao aeroporto lembrou que estranhou quando eles não pediram ajuda com a bagagem, segundo o jornal "Het Laatste Nieuws", que afirma que o plano original dos terroristas era levar cinco malas ao aeroporto de Zaventem.

Os três homens tinham pedido um carro grande e ficaram nervosos quando chegou um veículo pequeno, no qual não cabiam as cinco malas, de acordo com as declarações do taxista.

Depois do ataque, o motorista lembrou dos três suspeitos e ligou para a polícia. Foi ele quem, de acordo com o jornal, que levou as forças de segurança ao apartamento usado no distrito de Schaerbeek.

Em uma operação no imóvel de Schaerbeek, os agentes encontraram uma bomba, produtos químicos e uma bandeira do grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos