Detido em Bruxelas não é terceiro suspeito de atentado

Bruxelas, 23 mar (EFE).- O homem detido nesta quarta-feira em um bairro de Bruxelas não é o terceiro suspeito de agir ontem contra o aeroporto da capital belga, onde morreram pelo menos 11 pessoas, segundo a imprensa.

A rede de TV "RTL", que no começo da manhã disse que a pessoa detida em Anderlecht era Najim Laachraoui, de 24 anos, voltou atrás e desmentiu a informação menos de duas horas depois. A verdadeira identidade do detido não foi revelada.

A "RTL" confirmou, no entanto, que a operação realizada nesta manhã era relacionada aos atentados de ontem no aeroporto e na estação de metrô de Maelbeek, onde 20 pessoas morreram.

A Promotoria Federal belga deverá esclarecer estas informações em entrevista coletiva convocada para às 13h (horário local, 9h em Brasília).

Segundo informações de jornais do país, não confirmadas oficialmente, Laachraoui é o homem que aparece na foto, ao lado de outros dois indivíduos que se acredita que sejam os terroristas suicidas, empurrando carrinhos de bagagem, momentos dos ataques.

As forças da segurança tinham lançado uma ordem de busca contra ele e pedido à população que desse todas as informações possíveis ter sobre este homem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos