Instituições de caridade são investigadas por desvio de dinheiro público

Lisboa, 23 mar (EFE).- A Polícia Judiciária (PJ) de Portugal informou nesta quarta-feira que investiga várias instituições de caridade e de integração social pela possível apropriação de fundos públicos para a aquisição de bens de luxo.

Embora em seu comunicado a PJ não tenha especificado, a imprensa local indica que essas instituições estariam vinculadas à Igreja Católica portuguesa e que há dois suspeitos, sendo um deles um padre dos arredores de Lisboa.

Denominada "Veritas" pela Polícia, a operação, que começou em meados de 2014, tenta confirmar "uma possível prática de atos de gestão fraudulenta de entidades privadas com utilidade pública" através de "apropriação indevida para a aquisição de bens de luxo", de acordo com a PJ.

Segundo o órgão, "as diligências, realizadas na região de Lisboa, levaram à apreensão de material com interesse probatório" e concluíram com dois suspeitos do crime de furto de fundos públicos. EFE

atc/cdr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos