Polícia detém 3 homens em Bruxelas vinculados com operação na França

Bruxelas, 25 mar (EFE).- Três homens foram detidos nesta sexta-feira em Bruxelas em meio à operação antiterrorista que na noite de ontem resultou a prisão de um suspeito nos arredores de Paris, informou a procuradoria federal da Bélgica, que divulgou a identidade de dois deles.

Pela manhã, na rua de Belgrade do distrito de Forest de Bruxelas, foi capturado Tawfik A., ferido na perna pela polícia. Na rua de Mérode do bairro de Saint Gilles foi detido Salah A., de acordo com um comunicado da procuradoria.

Na parte da tarde, no bairro de Schaerbeek, também foi ferido com um tiro na perna outro suspeito na avenida Rogier, perto da parada do bonde da praça Meiser, do qual ainda não se sabia a identidade.

Logo após ser capturado, algumas informações apontavam que o suspeito poderia ser o belga Mohammed Abrini, procurado como um dos cúmplices de Salah Abdeslam - detido na sexta-feira passada - nos preparativos dos atentados de Paris de 13 de novembro.

No entanto, a procuradoria federal desmentiu a informação, mas não revelou sua identidade.

O Ministério Público belga vinculou as três detenções de hoje com a captura ontem nos arredores de Paris de Reda Kriket, de nacionalidade francesa e 34 anos, condenado em Bruxelas em julho do ano passado a 10 anos de prisão por terrorismo.

Nesse processo à revelia contra Kriket também foi sentenciado o belga Abdelhamid Abaaoud, morto pela polícia francesa em 18 de novembro, cinco dias depois dos ataques jihadistas na capital francesa - que deixaram 130 mortos e centenas de feridos -, nos quais foi uma peça-chave.

A detenção de Kriket em Boulogne-Billancourt e o achado de armas pesadas e explosivos em seu apartamento de Argenteuil (também na periferia de Paris) horas depois levam os investigadores a acreditar que estava sendo planejado um atentado.

Na noite de ontem foram detidas seis pessoas em Bruxelas como parte das investigações pelos atentados de terça-feira passada na cidade, que deixaram 31 mortos e 300 feridos.

Dos seis, segundo a procuradoria federal belga, três ficaram em liberdade - Khalid A., Mariam A. e Ali E. - e outros três seguem detidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos