Mina ilegal desmorona na Colômbia e cinco mineiros ficam presos

Bogotá, 1 abr (EFE).- Cinco mineiros permanecem presos após o desmoronamento ocorrido em uma mina ilegal de ouro localizada em uma zona próxima ao município de Santander de Quilichao, no sudoeste da Colômbia, informou nesta sexta-feira uma fonte oficial.

"Até o momento, temos um reporte de cinco pessoas presas e estamos tentando verificar se há mais gente, de acordo com os censos, para não criar um alarme maior", disse à Agência Efe o coordenador do escritório de Gestão de Risco de Santander de Quilichao, Andrés García.

O desmoronamento da mina ocorreu na manhã desta sexta-feira em San Antonio, jurisdição de Santander de Quilichao, no departamento do Cauca, onde sete mineiros realizavam extração ilegal do mineral.

"Havia sete pessoas, das quais duas já foram levadas ao hospital municipal", precisou o funcionário.

O primeiro reporte das autoridades indica que o desmoronamento aconteceu devido às fortes chuvas que caíram nas últimas horas na região.

Nos arredores da mina foi instalado um posto de comando unificado no qual há presença de bombeiros, Cruz Vermelha, Defesa Civil e delegados da Prefeitura de Santander de Quilichao.

Em maio de 2014, outro desmoronamento em uma mina ao ar livre em Santander de Quilichao deixou 12 mineiros mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos