ELN liberta policial colombiano sequestrado há 13 dias

Bogotá, 2 abr (EFE).- O oficial da Polícia Héctor Germán Pérez Monterroso, sequestrado há 13 dias no norte da Colômbia pelo Exército de Libertação Nacional (ELN), foi solto neste sábado e entregue ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

A libertação aconteceu em uma zona rural do sul do departamento de Bolívar, no norte do país, a mesma onde o policial foi sequestrado em 20 de março, afirmou o CICV em comunicado.

"A operação humanitária foi concluída com sucesso. Ficamos felizes de contribuir para que este policial possa reencontrar sua família em poucas horas", afirmou o chefe da delegação do CICV na Colômbia, Christoph Harnisch.

O organismo humanitário acrescentou que o militar foi levado a Barrancabermeja, depois que membros do CICV verificaram que ele "se encontrava em condições de saúde apropriadas para a mudança". Pérez desapareceu em 20 de março, quando homens armados o interceptassem enquanto ele viajava de Rio Viejo a Tiquisio, região com forte presença do ELN.

No dia seguinte, o diretor da Polícia, general Jorge Nieto, disse ter indícios de que Pérez tinha sido sequestrado pela frente "Luis José Solano Sepúlveda" do ELN. Na quarta-feira passada, depois que o governo colombiano e o ELN anunciaram em Caracas (Venezuela) o início de uma negociação de paz, um dos líderes da guerrilha, Israel Ramírez Pineda, reconheceu o sequestro e disse que tinha ordenado a libertação do policial.

Neste ano, oito pessoas que estavam em poder de grupos armados foram libertadas em operações humanitárias da CICV, de acordo com o organismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos