Aviões da coalizão internacional destroem consulado da Turquia em Mossul

Ancara, 4 abr (EFE).- O consulado da Turquia em Mossul, no norte do Iraque, ocupado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) desde junho de 2014, foi destruído nesta segunda-feira por aviões da coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos, que luta contra os jihadistas.

Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores da Turquia destacou que o bombardeio do edifício ocorreu por volta das 3h locais (21h em Brasília), com a aprovação de Ancara.

A operação foi planejada com base em informações dos serviços de inteligência, que indicam que o EI usa o complexo como uma de suas bases centrais na região.

"O complexo do consulado de Mossul, ocupado pelo Daesh (acrônimo em árabe de Estado Islâmico) desde junho de 2014 e no qual vivem altos dirigentes terroristas, foi atacado e destruído por aviões de guerra da coalizão internacional", afirma o comunicado turco.

A representação diplomática turca foi conquistada pelos jihadistas em 11 de junho de 2014. Mais de 50 pessoas foram feitas reféns, a maior parte deles funcionários do local, que acabaram sendo libertadas três meses mais tarde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos