França pedirá para OCDE incluir Panamá em lista de paraísos fiscais

Paris, 6 abr (EFE).- O ministro de Finanças francês, Michel Sapin, solicitou nesta quarta-feira uma reunião dos países da OCDE para incluir o Panamá na lista de paraísos fiscais, após anunciar ontem que a França adotará esta medida de forma unilateral.

Após as revelações do vazamento dos Panama Papers, Sapin expressou sua intenção de que a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), sediada em Paris, "se reúna para que se tome a mesma decisão pelo conjunto de países".

Em entrevista à emissora de rádio "Europe 1", o titular de Finanças considerou que se os países mais ricos chegarem a um consenso sobre o assunto, "o Panamá já não assustará ninguém".

O país centro-americano manifestou ontem que não está disposto a ser "pisoteado" nem a arcar com a responsabilidade das ações ilegais dos cidadãos de outras nações e ameaça responder com a mesma moeda os países que o voltem a considerar um paraíso fiscal, como a França fez ontem.

Em entrevista coletiva convocada com urgência após o anúncio da França, o governo panamenho deixou claro que não cederá na queda de braço e que, se considerar necessário, tomará medidas de reciprocidade contra o governo francês. Frente a essa ameaça, Sapin declarou hoje que "não se intimida", e criticou o Panama firmemente.

"O Panamá está muito acostumado a fazer idas e vindas, a se fazer de bom e de mau. Isto já não pode durar mais", disse.

Em 2012, a França retirou o Panamá de sua lista de países não voluntários em matéria fiscal após a assinatura de um convênio sobre luta contra a evasão fiscal.

"Constatamos que o Panamá não tinha progredido. No final de 2015, nos disseram: 'Vamos fazer as melhores reformas'. Algumas semanas depois vi que tudo era um chamariz", considerou o ministro francês. EFE

er/vnm

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos