Papa pede que católicos se reconheçam pecadores e não temam suas desgraças

Cidade do Vaticano, 6 abr (EFE).- O papa Francisco pediu nesta quarta-feira aos católicos de todas partes do mundo que se reconheçam pecadores e que não temam suas desgraças porque, disse, sempre terão a certeza do perdão de Deus.

"Não devemos temer nossas desgraças, cada um de nós tem as suas. A potência do amor do Crucificado não conhece obstáculos e nunca se esgota, e cancela nossas desgraças", afirmou o papa Francisco durante a Audiência Geral de nesta quarta-feira na Praça de São Pedro do Vaticano.

"Todos somos pecadores, mas todos somos perdoados (...) Jesus, desde a cruz, suplica o perdão do pai para todos sem excluir ninguém. Por isso, não devemos temer nos reconhecermos pecadores, quando nos confessamos arrependidos temos sempre a certeza de seu perdão", acrescentou.

Francisco ressaltou que o Evangelho é sinal desse "amor puro, gratuito e absoluto" que mostra Jesus e que "chega ao cume com o sacrifício da cruz", e destacou que "Jesus começa sua missão colocando-se na fila dos pecadores para receber o batismo de João mostrando-nos assim sua compaixão e sua solidariedade com a condição humana".

Já nas saudações finais, Francisco lembrou que hoje é o Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e a Paz, e sustentou que "o esporte é uma linguagem universal que aproxima os povos" e que "pode contribuir na superação dos conflitos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos