Sanders enaltece vitórias em 7 das últimas 8 primárias democratas

Washington, 5 abr (EFE).- O pré-candidato à presidência dos Estados Unidos, o senador Bernie Sanders, que se autoproclama um socialista democrático, estufou o peito nesta terça-feira em seu discurso de vitória após ganhar a primária do estado de Wisconsin e lembrou que triunfou em sete das últimas oito disputas realizadas entre os democratas para escolher o candidato à Casa Branca.

Após vencer hoje em Wisconsin a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, Sanders afirmou que sua campanha passa por um "momentum", ou seja, um momento de grande impulso devido às últimas vitórias em Utah, Idaho, Alasca, Havaí, no estado de Washington e entre os democratas residentes fora dos EUA, além do triunfo de hoje.

A única derrota de Sanders desde 22 de março foi no Arizona, onde Hillary ganhou com ampla vantagem.

"O 'momentum' é começar esta campanha com entre 60 e 70 pontos atrás de Hillary e, nas últimas semanas, ver que as pesquisas indicam que estamos um ponto abaixo ou acima", disse Sanders em um comício em Laramie, no estado de Wyoming.

"Nas pesquisas, vencemos (o magnata republicano Donald) Trump por vantagens muito significativas e superiores às de (Hillary) Clinton", acrescentou o senador, que lembrou que suas últimas vitórias também foram, em sua maioria, por margens muito superiores a sua rival.

Sanders voltou a insistir que sua campanha não aceita dinheiro dos "Superpac" (grupos de ação política) e que recebeu mais de US$ 6 milhões de contribuições individuais, cuja média é de US$ 27 cada uma.

"Não recebemos dinheiro de Wall Street, nem da indústria petrolífera, e não queremos seu dinheiro", frisou o veterano senador.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos