Fidel Castro reaparece em público em homenagem à falecida esposa de seu irmão

Em Havana

  • Reuters/Reprodução

    Esta é a primeira aparição pública de Fidel Castro desde 9 janeiro de 2014

    Esta é a primeira aparição pública de Fidel Castro desde 9 janeiro de 2014

O ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, reapareceu nesta quinta-feira (7) em público em Havana, em um ato de homenagem a Vilma Espín, esposa de seu irmão Raúl, falecida em 2007 e considerada uma das heroínas da revolução, segundo informou a televisão estatal da ilha.

Fidel, que em agosto completará 90 anos, visitou o complexo educacional Vilma Espín de Havana onde, junto a alunos e professores do maternal e do primário, participou de uma homenagem à fundadora da Federação de Mulheres Cubanas (FMC) no dia em que ela completaria 86 anos.

O noticiário da televisão estatal divulgou imagens e declarações do líder da revolução cubana durante esse ato, no qual Fidel teve um encontro com alunos e professores com os quais falou sobre temas relacionados com a educação, a saúde e a alimentação.

Nas imagens é possível ver Fidel Castro com bom aspecto, vestido com uma jaqueta esportiva de cor branca, um boné preto, e falando, sempre sentado, de forma animada para um auditório cheio.

"Eu tenho certeza que em um dia como hoje Vilma estaria muito contente porque estaria vendo pelo que sacrificou sua vida", disse Fidel em referência ao trabalho de Espín em favor da educação e das crianças, já que foi a criadora dos "círculos infantis", como se denomina os maternais em Cuba.

"Todos os que morrem lutando pela revolução vão deixando energia no caminho, vão deixando o esforço e a luta por isso", acrescentou.

O ex-presidente cubano qualificou de "privilégio" poder contar em Cuba com escolas como a que visitou hoje, já que este tipo de centro "vai se aproximando de uma espécie de sonho".

"Eu tentava lembrar se conhecia algum lugar onde existisse uma escola como esta. Não aparece esse lugar", comentou.

Esta é a primeira aparição pública de Fidel Castro desde 9 janeiro de 2014, há mais de dois anos, data na qual esteve na inauguração do estúdio de arte do artista plástico Alexis Leyva "Kcho".

Fidel Castro se retirou do poder no ano de 2006 em consequência de uma grave doença e delegou a seu irmão Raúl a presidência do país.

Nos últimos dez anos suas aparições públicas foram muito esporádicas, embora siga publicando alguns artigos na imprensa oficial, o último deles divulgado no dia 28 de março sobre a visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e no qual disse que "Cuba não precisa de presentes do império".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos